Medicina Oriental - Propriedade de Cura desenvolvidas no Japão.
Além da Comida, o método de cura do Japão esta cada vez mais valorizado - Medicina Oriental.

Saúde - Metodo japonês

Não só a comida japonesa conquistou adeptos no Ocidente.

As propriedades de cura da medicina oriental são cada vez mais reconhecidas. Devido à eficiência real das terapias orientais, as diversas categorias de profissionais da áreade saúde disputam atualmente no Brasil a sua exclusividade. Nesse contexto, infelizmente, cresce também o número de pessoas, médicos, fisioterapeutas, massagistas, enfermeiros, psicólogos, que, depois de um ou dois cursos, se dizem "especialistas" nesses connehcimentos milenares.

É preciso compreender que algumas dessas terapias constituem, no Japão, categorias profissionais independentes, pois somente dessa forma se consegue valorizar e garantir a alta qualidade profissional. Assim são os acupuntores (profissionais devidamente qualificados em acupuntura e moxabustão), o massagista (anma, shiatsu) e judo-seifuku-shi.


A Medicina Oriental desenvolvida no japão

Muitos utensílios e objetos trazidos pelos japoneses na época da imigração passaram a ser a marca registrada da cultura japonesa no Brasil, associados diretamente às práticas de longevidade, estudadas e reconhecidas pelos pesquisadores ligados à saúde em todo o mundo.

Das conservas, descobriram-se o Umeboshi, ameixa usada para restabelecer o equilíbrio de pH estomacal; os travesseiros de madeira, que são recomendados para problemas cervicais; missô e shoyu, ricos em aminoácidos e proteínas e que já fazem parte da culinária brasileira, este último habitualmente servido como tempero de saladas nos restaurantes. A alimentação à base de soja e de peixe vem sendo reconhecida como grande alternativa de uma alimentação saudável, voltada para a longevidade; a fitoterapia oriental, que usa ervas e raízes , medicinais da vasta vegetação chinesa e japonesa, fornece elementos de uso teórico-prático fundamentais para a pesquisa comparativa com a biodiversidade ainda selvagem da fitoterapia brasileira; e, finalmente, o Mogusa (conhecido como yaito ou Okyuu), assim introduzido pelos imigrantes japoneses, foi talvez uma das primeiras terapêuticas orientais que vieram a engrossar as páginas dos dicionários de língua portuguesa ("moxa", do original Mokusa, segundo Aurélio Buarque).

Na época inicial da imigração, uma das características da medicina oriental japonesa foi a popularização das terapias de moxa, anma, exercíciosem forma de rádio taissô (incentivado no Tegime Militar) e uso cotidiano de chás, infusões, compressas e cataplasmas.

No início da restauração Meiji, a medicina oriental havia sido proibida pelo novo governo; assim, os médicospraticavam-na e transmitiam-na clandestinamente para a população. Ela vinha sobrevivendo na forma de medicina empírica, popular e vulgar. E essa foi a maneira como ela entrou no Brasil com o povo imigrante.
JAPÃO EMPREGO
faleconosco@japaoemprego.com.br
Todos os direitos reservados a JAPÃO EMPREGO.COM.BR
Medicina Japonesa, Terapias Japonesas, Fitoterapia Oriental, Alimentação Japonesa